para acompanhar os novos posts vá ao (novo) Bate Estacas na Blogger aqui

Segunda-feira, 1 de Setembro de 2008

II Carta a Filipe Ramires

Olhão, 1 de Setembro de 2008

 

Exmo. Sr.
Filipe Ramires sou a escrever-lhe de novo, um mês depois da primeira que o Sr. não respondeu a que também não era obrigado, nem como Presidente da Assembleia Municipal nem como cidadão, só que a este nunca fica mal a boa educação e uma certa dose mínima de civilidade.
Certamente as merecidas férias não lhe deram tempo, as da sua actividade profissional, porque as de presidente da deputação municipal, está em permanente gozo, quando não as interrompe para um quinto de quarteirão de reuniões da Assembleia magna municipal.
 
Não tem razões para se preocupar, porque o Eng. Francisco Leal, que o sr. autoriza a governar a sua casa, fá-lo com diligente desvelo: na sua ausência comprou o carimbo para a Assembleia Municipal e proibiu a funcionária, Sr.ª Paula Alberto, de receber, por mão, mais cartas do novel movimento cívico Somos Olhão! , tudo em nome da transparência como lhe é grato reivindicar a despropósito de tudo.  
O que é uma boa razão para não lhe entregar esta carta nem mandá-la pelos CTT, registada ou não, porque custa dinheiro e os Srs. Camarários já me levaram 4,08 euros pelas fotocópias do que deu origem a esta nossa correspondência, planto-a aqui no Bate Estacas, sai-me de graça e porque sei que o Sr. é aqui visita diária, como reconhece junto dos seus correligionários amigos e conhecenças de outros lado, o que também não é preciso com tanta assiduidade porque só posto de 10 em 10 dias.
Não respondeu à minha carta protesto, mas durante o seu olímpico e veraneante silêncio o Sr. Eng. Francisco numa prova inaudita de lealdade resolveu prolongar o prazo de consulta pública até amanhã (terça) porque assim entendeu em nome da transparência.
 Mas ainda no jornal o Barlavento, deste último dia 28 mesmo, não por de baixo, do que já foi o seu circunspecto nariz, nem da sua honorável barba, que já não tem, mas na sua incipiente mas já visível careca, F. Leal cloacou-lhe, sem qualquer pudor um “não é obrigatório por lei” pôr o anúncio no site da Câmara, sabendo o Sr. que a lei o exige e depois das palavras tranquilizadoras que o presidente camarário lhe deu de que tudo estava dentro do legal, sob controlo e nos conformes.
Sei que ao Chefe, quem o tem, admitem-se calinadas mas tantas tão fortes, não.
Você ainda tem honra e isenção que possa defender, defenda-a.
Com os meus cumprimentos
creia-me continuo seu amigo

rc

por temas:
publicado por Raul Coelho às 18:26
link | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



para acompanhar os novos posts vá ao (novo) Bate Estacas na Blogger aqui

.os autores

.os últimos 10 artigos

. ...

. cidadania - activismo

. ...

. o que podemos esperar est...

. as variantes da 125 em Ol...

. Porta Sim Porta Não

. Ganhos destes e maiores e...

. distribuição da ajuda ali...

. mudei de casa

. água, o que fazemos dela

.a memória do blog

.por temas

. "200 anos"(10)

. "a semana"(3)

. "pinóquio"(27)

. (novo) bate estacas(7)

. ad hoc(30)

. ambiente(3)

. autárquicas2009(11)

. biblioteca(4)

. blog antigo(1)

. cidadania(9)

. história(4)

. museu(4)

. olhao(14)

. património(12)

. requalificação(12)

. ria formosa(3)

. transparência(17)

. urbanismo património(7)

. todas as tags

.pesquisar