para acompanhar os novos posts vá ao (novo) Bate Estacas na Blogger aqui

Terça-feira, 24 de Junho de 2008

Deus errou

Olhão, 24 de Junho de 2008

 

Quando Deus criou o mundo e andou a fazer a criação das espécies em sete dias enganou-se, só para a espécie humana devia ter dado um tempo mais dilatado e dedicado mais atenção para que a cada um fosse destinada uma função útil e adequada às suas capacidades.
É que criou uns exemplares que não abonam a favor do criador, que estorvam a harmonia e o bem-estar que deve reinar entre os seus pares.
E se não é pedir muito: pelo menos que os não enviasse para Olhão.
Os edis de Olhão mais o seu chefe (haverá excepção?) decididamente estão neste grupo.
Ignoram a principal razão da existência do cargo que ocupam: servir os cidadãos munícipes.
Inauguraram e abriram ao público uma biblioteca que passados oito dias não dispõe qualquer funcionalidade do que espaço de leitura dos jornais diários, o que qualquer café tem. Livros contam-se por quatro quarteirões mais um. Acesso á Internet e meios multimédia só com promessa para quinze dias depois da inscrição, o tempo que os serviços prometem que o cartão leva a estar pronto. Regulamento de funcionamento, nicles. Informação mínima sobre utilização dos serviços, nada, nem o horário de funcionamento.
Assim este novo edifício não passa de uma pato-bravisse.
O elemento humano, os utentes são ignorados.
Lição n.º 1: Deus errou no vereador da Cultura mais o seu chefe.
Lição n.º 2: (conclusão antecipada mas não menos certa): Deus errou com o vereador da Cultura mais o seu chefe, com a construção do Auditório Municipal, com os futuros: Centro da Inovação e Desenvolvimento e o Museu do Mar e da Ciência, porque o destino é o da Biblioteca. Já assim é com a Ecoteca / Museu João Lúcio, que até hoje não conseguiu ter um programa próprio de actividades e onde quase só à custa dos professores que levam para lá as suas crianças, mexe. Outra pato-bravisse.
Lição n.º 3: Invocam políticas locais de sustentabilidade mas só colocam o turismo e construção civil conexa  como paradigma do desenvolvimento para Olhão, quando  está perfeitamente identificado o calcanhar de Aquiles do Algarve: a mono actividade turismo. O dormitório e concelho pobre de rendimentos pessoais que Olhão é, precisa de actividades industriais e de serviços permanentes, como prioridade. Continua a cheirar e muito de pato-bravisse, e aqui do chefe, veja-se a zona ribeirinha que F. Leal não fala, e o destino da Quinta de Marim e a sua zona arqueológica pré-histórica. Aqui para alem de pato-bravisse também há muita bacoquice rústica.
Lição n.º 4: Tomam como seu o que não é deles. Não como os vulgares criminosos, que a esses Deus não se esqueceu pois deu instruções para os Estados criarem tribunais, mas como gestores da confiança que os eleitores lhes deram. Administram, gerem, fazem e desfazem sem dar contas, sem prestar informação, que não seja a cirúrgica e convenientemente por diligentes escribas (não me convenço que seja o caso: um, dois). São históricas as Assembleias Municipais com as respostas do chefe à solicitação de esclarecimentos. Tem um site cuja característica da maior parte dos links é direccionar para “em breve” e na 1ª página só estar actualizada a farmácia de serviço e a previsão do tempo, e nisto não são responsáveis, porque o habitual é velho para mais 15 dias, é só confirmar aqui, tem lá data (no fundo à dirt.) .
Lição n.º 5: Não partilho do conhecimento, com Deus, dos seus desígnios mas estou desconfiado que não vai aturar mais esta situação e que vai rever a criação para distribuir melhor a justiça.

 

publicado por Raul Coelho às 10:09
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



google-site-verification: google607e9867b28dd3d1.html

para acompanhar os novos posts vá ao (novo) Bate Estacas na Blogger aqui

.os autores

.os últimos 10 artigos

. ...

. cidadania - activismo

. ...

. o que podemos esperar est...

. as variantes da 125 em Ol...

. Porta Sim Porta Não

. Ganhos destes e maiores e...

. distribuição da ajuda ali...

. mudei de casa

. água, o que fazemos dela

.a memória do blog

.por temas

. "200 anos"(10)

. "a semana"(3)

. "pinóquio"(27)

. (novo) bate estacas(7)

. ad hoc(30)

. ambiente(3)

. autárquicas2009(11)

. biblioteca(4)

. blog antigo(1)

. cidadania(9)

. história(4)

. museu(4)

. olhao(14)

. património(12)

. requalificação(12)

. ria formosa(3)

. transparência(17)

. urbanismo património(7)

. todas as tags

.pesquisar