para acompanhar os novos posts vá ao (novo) Bate Estacas na Blogger aqui

Terça-feira, 19 de Fevereiro de 2008

serviço de Hotspot em Olhão

Olhão, 19 de Fevereiro de 2008

É recorrente e estafada a invocação da imprescindibilidade da ligação à Internet e comummente aceite os motivos.
É sabido que a Internet é cara, que a ligação fica em média por quase 30€, o que representa quase 10% do salário mínimo.
Todos os  Municípios tem criado sistemas de acesso público gratuito pelas mais diversas razões.
Olhão, como não podia deixar de ser também tem, assim como Alcoutim. Duas sedes de concelho diametralmente diferentes a nível de população mas com serviço de acesso à internet igual. Alcoutim, na matéria, está a passar um bigode a Olhão, em ambas o sistema que possuem permitem teoricamente até 15 utentes em simultâneo.
Amarante, cidade com  cerca de um terço dos habitantes da cidade de Olhão,  também tem. E tem é 250 utilizadores poderem estar simultâneamente ligados e dentro em breve serão 500.
Info-desconhecimento dos autarcas municipais olhanenses?
É apreciar o conteúdo normal do site da CMO.
 
por temas: ,
publicado por Raul Coelho às 19:57
link do post | comentar | favorito
google-site-verification: google607e9867b28dd3d1.html


Raul Coelho

o meu canal de vídeo

para acompanhar os novos posts vá ao (novo) Bate Estacas na Blogger aqui

.os autores

.os últimos 10 artigos

. ...

. cidadania - activismo

. ...

. o que podemos esperar est...

. as variantes da 125 em Ol...

. Porta Sim Porta Não

. Ganhos destes e maiores e...

. distribuição da ajuda ali...

. mudei de casa

. água, o que fazemos dela

.a memória do blog

.por temas

. "200 anos"(10)

. "a semana"(3)

. "pinóquio"(27)

. (novo) bate estacas(7)

. ad hoc(30)

. ambiente(3)

. autárquicas2009(11)

. biblioteca(4)

. blog antigo(1)

. cidadania(9)

. história(4)

. museu(4)

. olhao(14)

. património(12)

. requalificação(12)

. ria formosa(3)

. transparência(17)

. urbanismo património(7)

. todas as tags





Fórum olhão ponto org

 

 

 

 

.pesquisar