para acompanhar os novos posts vá ao (novo) Bate Estacas na Blogger aqui

Terça-feira, 24 de Junho de 2008

Deus errou

Olhão, 24 de Junho de 2008

 

Quando Deus criou o mundo e andou a fazer a criação das espécies em sete dias enganou-se, só para a espécie humana devia ter dado um tempo mais dilatado e dedicado mais atenção para que a cada um fosse destinada uma função útil e adequada às suas capacidades.
É que criou uns exemplares que não abonam a favor do criador, que estorvam a harmonia e o bem-estar que deve reinar entre os seus pares.
E se não é pedir muito: pelo menos que os não enviasse para Olhão.
Os edis de Olhão mais o seu chefe (haverá excepção?) decididamente estão neste grupo.
Ignoram a principal razão da existência do cargo que ocupam: servir os cidadãos munícipes.
Inauguraram e abriram ao público uma biblioteca que passados oito dias não dispõe qualquer funcionalidade do que espaço de leitura dos jornais diários, o que qualquer café tem. Livros contam-se por quatro quarteirões mais um. Acesso á Internet e meios multimédia só com promessa para quinze dias depois da inscrição, o tempo que os serviços prometem que o cartão leva a estar pronto. Regulamento de funcionamento, nicles. Informação mínima sobre utilização dos serviços, nada, nem o horário de funcionamento.
Assim este novo edifício não passa de uma pato-bravisse.
O elemento humano, os utentes são ignorados.
Lição n.º 1: Deus errou no vereador da Cultura mais o seu chefe.
Lição n.º 2: (conclusão antecipada mas não menos certa): Deus errou com o vereador da Cultura mais o seu chefe, com a construção do Auditório Municipal, com os futuros: Centro da Inovação e Desenvolvimento e o Museu do Mar e da Ciência, porque o destino é o da Biblioteca. Já assim é com a Ecoteca / Museu João Lúcio, que até hoje não conseguiu ter um programa próprio de actividades e onde quase só à custa dos professores que levam para lá as suas crianças, mexe. Outra pato-bravisse.
Lição n.º 3: Invocam políticas locais de sustentabilidade mas só colocam o turismo e construção civil conexa  como paradigma do desenvolvimento para Olhão, quando  está perfeitamente identificado o calcanhar de Aquiles do Algarve: a mono actividade turismo. O dormitório e concelho pobre de rendimentos pessoais que Olhão é, precisa de actividades industriais e de serviços permanentes, como prioridade. Continua a cheirar e muito de pato-bravisse, e aqui do chefe, veja-se a zona ribeirinha que F. Leal não fala, e o destino da Quinta de Marim e a sua zona arqueológica pré-histórica. Aqui para alem de pato-bravisse também há muita bacoquice rústica.
Lição n.º 4: Tomam como seu o que não é deles. Não como os vulgares criminosos, que a esses Deus não se esqueceu pois deu instruções para os Estados criarem tribunais, mas como gestores da confiança que os eleitores lhes deram. Administram, gerem, fazem e desfazem sem dar contas, sem prestar informação, que não seja a cirúrgica e convenientemente por diligentes escribas (não me convenço que seja o caso: um, dois). São históricas as Assembleias Municipais com as respostas do chefe à solicitação de esclarecimentos. Tem um site cuja característica da maior parte dos links é direccionar para “em breve” e na 1ª página só estar actualizada a farmácia de serviço e a previsão do tempo, e nisto não são responsáveis, porque o habitual é velho para mais 15 dias, é só confirmar aqui, tem lá data (no fundo à dirt.) .
Lição n.º 5: Não partilho do conhecimento, com Deus, dos seus desígnios mas estou desconfiado que não vai aturar mais esta situação e que vai rever a criação para distribuir melhor a justiça.

 

publicado por Raul Coelho às 10:09
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Deus Nosso Senhor a 24 de Junho de 2008 às 15:27
Caro Blog Bate-estacas
Irrito-Me sempre quando insinuam que Eu errei, tal como você faz quando diz que coloquei este Presidente da Câmara e o Vereador da cultura em Olhão.
A verdade é que Eu pensei que passados 200 anos da revolta olhanense estava na hora de pôr à prova novamente o povo de Olhão e nada melhor que colocar estes espécimes nos cargos referidos.
Assim Eu poderei saber quem é que ainda tem verticalidade em Olhão para se chocar com estes politicos pequeninos, até na demagogia barata que fazem quando inauguram obras desta forma, e quem, em nome da sua própria sobrevivência, anda na sabujice.
Também quis dar outra oportunidade ao Presidente da Câmara Francisco Leal: quando ele era pequenino não queria emprestar os brinquedos a nenhum menino. Agora infelizmente sucede o mesmo: anda a brincar com Olhão e quer ser o único a fazê-lo! Por isso os olhanenses, incluindo os funcionários da CMO, incluindo os vereadores, nada sabem do que se passa sobre as decisões da CMO...
Só Eu sei tudo mas, é difícil por vezes, mesmo para Mim, ver a diferença entre o Mal e o Bem.
Felizmente para todos, também por vezes , essa diferença é clara. E Olhão é agora um exemplo em como esta diferença é cada vez mais clara, graças a Deus ou, melhor dizendo, graças a Mim...
Deus


De floripes a 25 de Junho de 2008 às 11:05
li o comentário de deus,acerca do chico leal.
achei interresante pois eu sempre pensei que não havia deus,mas se ele existe e na realidade sabe de tudo,era bom que abrisse o livro,e nos contasse alguns segredinhos do antigo vendedor de ovos,da cooperativa agricola de sta.catarina da fonte do bispo.
uma que eu gostava de saber é qual o motivo que ele exigiu a todos os vereadores,uma declaração assinada para que ele pudesse assinar por todos, e fazer os negócios que bem entender,sem dar cavaco a ninguém?
e não é que todos os vereadores tipo carneirinhos lhe fizeram a vontade ,ou seja ele hoje pode negociar tudo sem prestar contas a ninguém.
que belo exemplo de democracia,mas se deus diz que ele em criança ,não emprestava os brinquedos a nenhum amigo ,nada me espanta,que ele hoje só se veja a ele ,e ao séquito de seguidores que se faz roderar,na ânsia de comerem algumas migalhas do enorme bolo que ele vai devorando,ou de serem recompesdados com alum cargo de administrador de empresas camarárias,tipo fesnima ou mercados de olhão.
até quando deus? pode -nos informar,via electrónica,para os vários blogues cá do burgo.
Floripes


Comentar artigo

google-site-verification: google607e9867b28dd3d1.html


Raul Coelho

o meu canal de vídeo

para acompanhar os novos posts vá ao (novo) Bate Estacas na Blogger aqui

.os autores

.os últimos 10 artigos

. ...

. cidadania - activismo

. ...

. o que podemos esperar est...

. as variantes da 125 em Ol...

. Porta Sim Porta Não

. Ganhos destes e maiores e...

. distribuição da ajuda ali...

. mudei de casa

. água, o que fazemos dela

.a memória do blog

.por temas

. "200 anos"(10)

. "a semana"(3)

. "pinóquio"(27)

. (novo) bate estacas(7)

. ad hoc(30)

. ambiente(3)

. autárquicas2009(11)

. biblioteca(4)

. blog antigo(1)

. cidadania(9)

. história(4)

. museu(4)

. olhao(14)

. património(12)

. requalificação(12)

. ria formosa(3)

. transparência(17)

. urbanismo património(7)

. todas as tags





Fórum olhão ponto org

 

 

 

 

.pesquisar